Iniciamos o ano com metas, planejamento estabelecido em todos os setores para 2019, e muito trabalho em vista, nosso Conselho tem a cada dia mostrado sua capacidade e força de trabalho com o objetivo de ser reconhecido pela comunidade profissional e pela sociedade mato-grossense.

Teremos nos dias 28 e 29 de janeiro a posse dos novos conselheiros, com a renovação de 1/3 do Plenário do Crea Mato Grosso, e, a eleição da nova Diretoria para 2019. No dia seguinte, faremos a capacitação e atualização desses novos membros, que ajudarão a normatizar e orientar a fiscalização do Exercício Profissional na área tecnológica em nosso Estado.

Somos da opinião que a crítica somente tem valor quando a ela se soma à contribuição de medidas de correção e, com este pensamento, entregamos à sociedade e profissionais mato-grossenses um novo Planejamento de fiscalização para 2019.

Neste mês, efetuamos a entrega de oito novos veículos para substituir parte da frota antiga de carros utilizados exclusivamente para a Fiscalização do Exercício Profissional no Estado. Adquiridos com recursos oriundos de convênio com o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), O Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Creas e Mútua – Prodesu.

Foi dada ampla divulgação, pela mídia, do trabalho que foi desenvolvido em 2018 pela Fiscalização do Crea-MT e queremos neste 2019 tornar mais eficiente essa fiscalização com a realização de ações direcionadas pelas Câmaras Especializadas e que ocorrerão dentro de pólos regionais visando ampliar o número de locais e setores fiscalizados além de reduzir o tempo de viajem do fiscal, uma vez que nosso Estado possui dimensões continentais.

Também continuaremos este ano, com as propostas de manter a transparência da gestão, investir da capacitação de pessoal, manutenção da estrutura física da sede e inspetorias com o objetivo de oferecer um bom atendimento ao profissional e, de nos aproximarmos de outros órgãos públicos e estabelecer parcerias e ações que visem o bem do Sistema Confea/Crea/Mútua, a exemplo dos convênios e termos de cooperação com prefeituras, Indea-MT, Ministério Público, Dnit, Defesa Civil, universidades e outros onde vimos que a contribuição do Crea-MT poderá ser de grande valia a todos.

Temos de refletir serenamente e com humildade sobre nossas atitudes, sobre o caminho a ser escolhido, sobre os objetivos nobres a atingir em nossas vidas e, principalmente, em nossos trabalhos, sabendo que a cada dia aprendemos algo novo. O apoio e acolhimento dos profissionais da área tecnológica e o reconhecimento da sociedade mato-grossense nos trazem a inspiração para a escolha do caminho correto a trilhar nesta oportunidade em que estamos na gestão do Crea-MT. Obrigado a todos.

*João Pedro Valente é Engenheiro Agrônomo e Presidente do Crea-MT