Quando se fala em geologia, é muito comum a pessoa lembrar de mineração, vulcões, dinossauros e petróleo. Alguns destes assuntos às vezes surgem de uma forma um pouco abstrata no imaginário popular. Porém, a função dos profissionais desta área vai muito além. Os estudos geológicos são fundamentais para identificar áreas de risco, realizar a gestão correta do território e garantir desenvolvimento social, ambiental e econômico que preze pela sustentabilidade e pela boa aplicação dos recursos públicos.

As análises geológicas e geotécnicas auxiliam a identificar fatores no meio físico que podem influenciar na construção de moradias, ruas e outras infraestruturas. Estes estudos permitem projetar e executar obras com maior rapidez e menor custo. Ao elaborar um projeto ou executar uma obra sem as informações geológicas e geotécnicas, torna- se muito mais fácil ocorrer erros de execução e gastos com materiais desnecessários. Isso significa perda de recursos naturais, tempo e dinheiro. Se alguma vez você viu na internet aqueles vídeos em que prédios, pontes e outras infraestruturas são construídas rapidamente, pode ter certeza de que antes da execução da obra, foram realizados os estudos técnicos adequados, inclusive os geológicos. Ou seja, para melhorarmos a aplicação dos recursos públicos, e até mesmo coibir a corrupção, é preciso que as análises geológicas e geotécnicas sejam sempre a base de projetos e obras.

E onde está a geologia na segurança pública? Primeiro, precisamos lembrar que a segurança pública vai muito além das forças policiais. Garantir que um empreendimento mineral ou do setor do petróleo e gás seja realizado com o menor risco possível para a sociedade é uma das formas que os geólogos e geólogas contribuem. Mas o principal legado vem das análises de áreas de risco. Os estudos geológicos e geotécnicos são fundamentais para identificar áreas susceptíveis a desastres naturais e, com isso, orientar as corretas ações visando reduzir possíveis impactos econômicos e sociais e, o mais importante, evitar a perda de vidas humanas.

Outra importante contribuição da geologia para o país está na busca pela segurança hídrica e pelo acesso à água para a população. Em muitas cidades e locais do Brasil a água subterrânea, aquela vem dos aquíferos, ou seja, do meio das rochas, é fundamental para garantir que a população consiga ter acesso a esse bem tão precioso e vital.

O trabalho dos geólogos e geólogas também são essenciais para descobrir e extrair petróleo e gás natural. Na hora do almoço lembre-se que o gás de cozinha que está na sua casa só chegou aí por causa de estudos geológicos e muita tecnologia aplicada, assim como boa parte do combustível que moveu os caminhões e carros que levaram o alimento até sua mesa. Graças ao empenho, criatividade, inovação e dedicação de profissionais da geologia, no Brasil, foi possível realizar importantes descobertas como as reservas do pré-sal, que hoje são responsáveis por mais de 50% da produção nacional de petróleo. Além disso, os Royalty pagos pela extração deste recurso natural chegam a todos os municípios do país, auxiliando no desenvolvimento econômico e social.

A mineração é atividade em que existe a digital de geólogos e geólogas. As rochas e minerais estão em quase tudo que usamos no nosso dia a dia, desde celulares, computadores, carros, casas, infraestruturas, estão até nos remédios e na produção de alimentos. O uso de rochas e minerais é tão importante, que marcam os períodos de desenvolvimento da humanidade, como idade da pedra lascada, do bronze e do ferro. Da mesma forma que o carvão mineral foi fundamental na revolução industrial, na revolução tecnológica, o uso o nióbio, lítio, terras raras entre outros, tornaram possível criar as tecnologias atuais.

Além de tudo isso, são os geólogos e geólogos que ajudam a contar a história do planeta, por meio de pesquisas que buscam entender os ciclos, a evolução dos continentes, dos seres vivos e outros. As rochas guardam os segredos da terra, e a geologia é a ciência que desvenda cada um deles. No mês de maio é comemorado no dia 30, o dia dos geólogos e geólogas. E como vocês puderam ver brevemente, essa profissão é muito importante na sua vida, seja na economia, na segurança e na garantia do desenvolvimento social e humano.

Caiubi Kuhn-  Professor na Faculdade de Engenharia (UFMT), geólogo, especialista em Gestão Pública (UFMT), mestre em Geociências (UFMT).