A coordenação executiva da Rede de Controle da Gestão Pública de Mato Grosso tomou posse na tarde desta quarta-feira (05.02). A gestão, composta por quatro instituições, ficará à frente dos trabalhos até 31 de dezembro de 2020. A posse ocorreu durante a primeira reunião ordinária da rede de 2020, realizada no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

Durante a abertura da reunião o presidente o Crea-MT, Joao Pedro Valente, parabenizou os coordenadores pela posse e se prontificou para auxiliar a Rede de Controle nas suas atividades. “Fico lisonjeado de o conselho regional poder fazer parte da coordenação da Rede de Controle, as atividades realizadas aqui são muitos importantes para toda a sociedade mato-grossense, receber a primeira reunião ordinária da Rede de Controle no Crea-MT marca o início da atuação na coordenação. O Conselho sempre foi uma entidade participativa, estamos felizes em fazer parte juntamente com esses órgãos de controle que tem uma nova visão, de ser parceiro das outras entidades”, destaca Valente.

O termo de posse dos integrantes eleitos foi lido e assinado e a nova coordenação executiva da Rede de Controle passa a ser composta pelas instituições: Ministério Público de Contas de Mato Grosso (MPC), representado pelo Procurador-geral de Contas Alisson Carvalho de Alencar, Tribunal de Contas da União (TCU), representado pelo Secretário René Neuenschwander, Controladoria Geral do Estado (CGE), representada pelo Secretário Emerson Hayashida e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (CREA), representado pela Conselheira Engenheira Civil Marciane Prevedello.

Além dos coordenadores, estiveram presentes também na reunião o Advogado da União Leonan França, representando a Advocacia Geral da União, o Presidente do CREA Mato Grosso João Pedro Valente, o Controlador Interno Adriano Costa, representando a Audicom, entre outras autoridades.

A Conselheira Engenheira Civil do CREA Marciane Prevedello ressaltou a contribuição do Crea-MT para o trabalho da Rede de Controle. “Iremos contribuir muito com a rede, pois temos banco de dados junto às prefeituras e outros órgãos. Somos um conselho com mais de 15 mil profissionais registrados e mais de 303 profissões”, disse Marciane.

O Secretário do Tribunal de Contas da União em Mato Grosso, René Neuenschwander ressaltou a importância do trabalho que a Rede de Controle realiza em Mato Grosso. “A Rede supera barreiras no relacionamento dos órgãos. Cada instituição tem sua missão, objetivo e função. Mas, nem sempre, essa função individualmente é exercida da melhor forma, plenamente. Esse relacionamento das entidades por meio de seus representantes melhora a forma de atuação de cada uma, principalmente com a troca de experiências, informações e realização de trabalhos conjuntos. É uma grande vantagem ter uma rede atuante nos estados”, disse o Secretário.

Outros assuntos também foram debatidos, como o plano de trabalho para 2020, a evolução da Estratégia Nacional de Combate à Fraude e Corrupção, a participação no acompanhamento das eleições municipais, suplementar para o Senado e o controle das obras paralisadas em Mato Grosso.

 Igor Bastos/Equipe de Comunicação do Crea-MT, com informações Rede de Controle


]