A Sessão plenária nº738 do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-MT), realizada terça-feira (14/05) foi marcada pela aprovação de projetos oriundos do Prodesu -Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Crea e Mútua. Na proposta dentro do Prodesu aceita pelos conselheiros na reunião estão: o Programa de Desenvolvimento e Aprimoramento da Fiscalização(Prodafisc) II A- execução do Plano de fiscalização, que prevê pagamentos de diárias e combustíveis para fiscais do Crea-MT, além do Programa de  Estruturação Física , Aquisição, Construção, Reforma, Ampliação e Locação de sedes e inspetorias e do  Programa de Treinamento de Capacitação Coorporativa.

Durante a reunião plenária, o presidente do Regional mato-grossense, João Pedro Valente destacou o apoio do Crea Mato Grosso no 18° Prêmio Crea Góias na seleção de projetos ambientais mato-grossenses para concorrer ao prêmio, direcionando a Comissão de Meio do Crea-MT, coordenada pelo o conselheiro, engenheiro sanitarista Benildo Valério de Farias.Além do presidente, os trabalhos também foram conduzidos pelo vice-presidente, Joaquim Paiva, diretor administrativo, Marcelo Cesar Capellotto,  vice-diretor administrativo, Sinvaldo Gomes de Moraes e o vice-  diretor  financeiro, Ronaldo de Abreu Gonzales.

Na ocasião, o plano de trabalho do 10° Congresso Estadual dos Profissionais do Crea-MT (CEP) foi aprovado pelo pleno. O evento será realizado em Cuiabá no período de 06 a 28 de junho, e, seis encontros regionais pré-congressos preparatórios em cidades pólos no interior do estado, de 04 a 19 de julho. O conselheiro Benildo Valério de Farias propôs a participação do Conselho na Semana de Meio Ambiente em eventos em parceria com outros órgãos do Estado.

O coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil (CEEC), conselheiro, Silvano Pohl Moreira de Castilho apresentou o plano de trabalho da CEEC 2019, onde foi aprovada  a realização de um Workshop em comemoração aos 50 anos da Câmara Especializada de Engenharia Civil do Crea Mato Grosso.

Outros assuntos correlatos foram apresentados pelos conselheiros presentes, como a implantação da Câmara Setorial Temática para Estabelecer a Estratégia da Agronomia e da Engenharia para o Crescimento Sustentável do Estado de Mato Grosso (CST) na manhã de terça-feira, 14 de maio na Poder Legislativo do Estado.

O diretor Financeiro da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua), Mário Cavalcante Albuquerque fez uma breve apresentação sobre o aplicativo da Mútua, que poderá ser baixado a partir de julho, disponibilizando todos os benefícios aos mutualistas através do APP. A reunião plenária contou com a participação do presidente da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), Gutemberg Silveira. Mais de 32 processos foram apreciados e votados pelo plenário. Entre eles estão autos de infração e registro de pessoa física e jurídica.

No mesmo dia, ocorreram as reuniões mensais das Câmaras Especializadas do Conselho: Engenharia Civil, Engenharia Florestal, Engenharia Elétrica, Agronomia e de Geologia, Minas e Industrial. As Câmaras Especializadas são órgãos decisórios no que diz respeito a examinar e decidir todos os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional e as infrações ao Código de Ética que chegam ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

SESSÕES PLENÁRIAS – O Pleno é o órgão supremo do Crea-MT, constituído pelo presidente e por conselheiros regionais. Os conselheiros são representantes das associações de classe, instituições de ensino e sindicatos das categorias registradas no Conselho, tendo cada um deles seu respectivo suplente, ambos com mandato de três anos.

Compete ao Plenário do Crea-MT, entre outras atribuições, regulamentar questões de integração com o Estado e a sociedade, de habilitação e fiscalização profissional, de controle econômico-financeiro. Decidir em primeira instância sobre processos de infração à legislação e ao Código de Ética Profissional, entre outras competências fixadas pelo Regimento Interno.

Atualmente, o Crea-MT tem 42 conselheiros efetivos, com igual número de suplentes. As sessões plenárias ordinárias são realizadas mensalmente. É necessária a presença de 50% mais um, para que as reuniões sejam realizadas. O Pleno do Crea-MT tem ainda sua composição renovada em 1/3 anualmente.

Cristina Cavaleiro/Equipe de Comunicação do Crea-MT