Plenária do Crea Mato Grosso de setembro julga 37 autos de infração a legislação

21 de setembro de 2022, às 10h21 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

A sessão plenária do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), no dia 15 de setembro realizada no plenário Eng. civil Rubens Paes de Barros Filho, foi marcada pelo julgamento de 37 processos de infração a legislação, além um processo de registro de pessoa jurídica e um Ad referendum

Conduzida pelo presidente Eng. civil Juares Samaniego, o 1° vice-presidente, eng. florestal Benedito Carlos de Almeida, o 2° vice-presidente Márcio de Andrade , diretor -administrativo, eng. eletricista Adriano Breunig e a  diretora-  financeira e a eng. sanitarista, Rosidelma Guimarães, juntamente com o pleno aprovaram a ata da sessão anterior, além de debaterem assuntos diversos e os conselheiros usarem a palavra livre, para os informes.

Já no dia 16 de setembro foram realizadas reuniões das cinco Câmaras Especializadas: Engenharia, Civil, Agrimensura e Segurança do Trabalho, Agronomia, Florestal, Elétrica Geo, Minas e Industrial, onde foram analisados centenas de processos.  As Câmaras Especializadas são órgãos decisórios no que diz respeito a examinar e decidir todos os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional e as infrações ao Código de Ética que chegam ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

Cada câmara tem como objetivo examinar e julgar os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional e sugerir medidas para melhorias nas atividades do Conselho e sua região de atuação. Elas são compostas por conselheiros regionais e seus suplentes, que representam instituições de ensino superior e entidades de classe, em diversas modalidades que compõem o Sistema.

 

 

Cristina Cavaleiro / Gerência de Relações Públicas, Marketing e Parlamentar (GEMAR)/Fotos: Igor Bastos