Movimento Pró-Logística apresenta relatório de dezembro de 2021

14 de janeiro de 2022, às 11h00 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

Parceiro do  Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso(Crea-MT), o    Movimento Pró-Logística , que é  composto pela Associação dos Produtores de Soja e Milho (APROSOJA), Associação Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), Associação dos Criadores de Mato Grosso (ACRIMAT), Organização das Cooperativas Brasileiras em Mato Grosso – (OCB/MT), Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso,  (FAMATO), Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT), pelo Sistema Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (FECOMÉRCIO/MT), pela Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e pelo Instituto Ação Verde apresentou  relatório das ações de dezembro de 2021.

Com atuação na Articulação diretamente em Brasília e em Mato Grosso junto aos poderes Executivo e Legislativo;

Realização de Simpósios:  Hidrovias Brasileiras, Movimento – em cidades por onde passam os Estradeiros ou a convite das comunidades, Universidades e Centros de excelência em Logística;

Participação em Câmaras Setoriais e Conselhos: CTLOG – Câmara Temática de Logística de Transportes do Agronegócio, COINFRA – Conselho de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso;

Estradeiros – em parceria com a APROSOJA – formação de caravanas para percorrer rodovias e verificar in loco a implantação ou a situação de conservação, com participação de produtores, empresários, técnicos dos governos Federal e Estadual.

Presidido pela Aprosoja, o Movimento Pró Logística elegeu projetos de importância máxima para o Estado: as Hidrovias:  Teles Pires–Tapajós, Arinos Juruena – Tapajós, Paraguai-Paraná e Araguaia-Tocantins. As Ferrovias: FICO – Ferrovia de Integração Centro Oeste e Ferronorte (Rondonópolis-Santarém). As Rodovias: conclusão da BR – 163 e BR – 158, implantação da BR 080 (Ribeirão Cascalheira- Luiz Alves-GO), da BR 242 – Sorriso (BR 163) – Ribeirão Cascalheira (BR 158) e BR 174, entre Castanheira e Colniza.

Esse trabalho faz parte do desenvolvimento de estudos econômicos sobre as áreas de influência das rotas de escoamento da produção.

 

Fonte: GEMAR do Crea-MT com Assessoria Movimento Pró-logística