Junho Vermelho: Crea-MT ilumina fachada em incentivo à doação de sangue

14 de junho de 2022, às 13h20 - Tempo de leitura aproximado: 4 minutos

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) aderiu à campanha “Junho Vermelho”, com o objetivo de incentivar a doação de sangue. Por esse motivo, durante todo o mês a fachada da autarquia permanecerá iluminada com a cor alusiva à data. 

A campanha foi criada pelo Ministério da Saúde em 2015, visando estimular ações de mobilização, sensibilização, incentivo e conscientização sobre a importância da doação. Uma bolsa de sangue pode beneficiar até quatro pessoas em situações diversas, como no tratamento de feridos em situação de emergência, cuidados maternos e neonatais, cirurgias, tratamentos de doenças crônicas, como a doença falciforme e a talassemia, além de outras situações em que seja necessária a transfusão.

Com a sensação de dever cumprido e orgulhoso, o colaborador do setor Jurídico do Crea-MT, Angello Maranholi, exibe a Carteirinha do Doador, que possui há uma década, destacando a importância do gesto de ajudar o próximo. “Doação de sangue é um ato simples e altruísta que pode salvar vidas. Ao doar sangue, a pessoa está ajudando quem necessita urgentemente desse item essencial para a sobrevivência”, detalhou Angello. 

Já para a colaboradora do Call Center e doadora, Jakeline Quintão, a campanha vem de encontro às ações desenvolvidas por órgãos públicos todos os anos. “No Crea-MT não é diferente. Nós, que trabalhamos com atendimento ao público, acreditamos que aderir é conscientizar”, relatou Jakeline. 

O funcionário da contabilidade do órgão João Paulo dos Santos, que também realiza a nobre ação de doar à quem necessita, está incentivando os colegas de todos os setores a procurar um posto mais próximo e desenvolver esse gesto. “Percebemos que além das inúmeras mortes causadas pela Covid-19 e as internações de pessoas com a doença nesses últimos dois anos, podemos observar através do noticiário todos os dias a grande quantidade de acidentes com vítimas. Isso mostra que o estoque do Hemocentro de Mato Grosso sempre precisará ser reposto, no intuito de salvar vidas”, disse João. 

Para o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), eng. civil Juares Samaniego, é uma honra abraçar causas como essa, principalmente se tratando de salvar vidas. “O Crea-MT desenvolve campanhas dessa natureza todos os meses. Muitas surtem efeitos por serem propagadas não só entre os funcionários e profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua, mas também ao ser disseminada na sociedade civil organizada de modo geral”, disse.  

Samaniego ressalta que segundo pesquisas do Ministério da Saúde, o sangue doado não é utilizado apenas em pacientes que sofreram acidentes em que houve perda sanguínea. Mas também em intervenções médicas como alguns procedimentos oncológicos e cirurgias, além de pacientes com algumas doenças. 

De acordo com a gerente de Infraestrutura e Logística do Crea Mato Grosso, Adriana Imbriani, “ao buscar os serviços do Crea-MT, de imediato, o engenheiro já se depara com a ação de duas formas: ao entrar no órgão, e após as 18h, ao passar pela avenida e ver a fachada iluminada de vermelho. Isso faz a diferença, propondo o repasse dessa conscientização”.

O sangue é essencial para a vida. Entre as diversas funções do sangue, podemos destacar o transporte de nutrientes, gases e hormônios; recolhimento dos resíduos metabólicos; defesa e imunidade do organismo, entre outros.

Sobre a doação de Sangue 

Para doar é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar, no mínimo, 50 quilos e estar em bom estado de saúde. Além disso, o candidato não pode ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação, nem estar de jejum. É exigida a apresentação de documento com foto.

Pessoas entre 60 e 69 anos podem doar, desde que já o tenham feito antes dos 60 anos. A doação para menores de 18 anos é permitida com o consentimento dos pais.

Em casos suspeitos ou confirmados de Covid-19, a orientação é aguardar 30 dias após a recuperação completa para doar.

Dia Mundial do Doador de Sangue

O suprimento adequado de sangue só pode ser garantido através de doações regulares e voluntárias. Por esse motivo, a Assembleia Mundial da Saúde criou, em 2005, o Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado nesta terça-feira (14/06). A data foi instituída em homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e as várias diferenças entre os tipos sanguíneos.

Sarah Mendes sob supervisão de Cristina Cavaleiro / Gerência de Relações Públicas, Marketing e Parlamentar (GEMAR) / Fotos: Igor Bastos