Fiscalização do Crea-MT passará por 24 municípios e um distrito de MT

9 de setembro de 2022, às 12h48 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

De 12 a 30 de setembro, a equipe fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) realizará ações fiscais em 24 municípios e um distrito do interior do estado. A ação visa averiguar Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e a existência de profissionais habilitados em obras e serviços relacionados ao Sistema Confea/Crea de Mato Grosso.

O presidente do Crea-MT, eng. civil Juares Samaniego, explica que o principal objetivo da fiscalização do Crea-MT é garantir que os serviços das Engenharias, Agronomia e Geociências estejam sendo executados por profissionais legalmente habilitados. Por meio das ações fiscais o Crea-MT impede que pessoas sem qualificação exerçam as atividades de profissionais devidamente registrados.

“Neste mês, por exemplo, as ações fiscais têm como alvo: construções civis, obras públicas, comércio de defensivos, indústrias, contratos públicos, empresas, postos de combustível, usinas hidrelétricas e de placa solar, Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), frigoríficos, viveiros e loteamentos”, detalhou Juares.

Municípios fiscalizados – Apiacás, Araputanga, Brasnorte, Cocalinho, Confresa, Figueirópolis D’Oeste, Ipiranga do Norte, Indiavaí, Itanhangá, Jauru, Juína, Lucas do Rio Verde, Nossa Senhora do Livramento, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde, Nova Nazaré, Novo Horizonte do Norte, Paranaíta, Poconé, Porto dos Gaúchos, Primavera do Leste, Tapurah, Vila Rica e Tabaporã. Distrito: Cangas.

Ação fiscal integrada

Ainda em setembro, entre os dias 12 e 19 de setembro, em Nossa Senhora do Livramento e Poconé, bem como no distrito de Cangas, serão realizadas ações fiscais integradas do Crea-MT juntamente com as respectivas Prefeituras Municipais.

Sarah Mendes sob supervisão de Cristina Cavaleiro / Gerência de Relações Públicas, Marketing e Parlamentar (GEMAR) / Fotos: Igor Bastos