Com objetivo de verificar, orientar e fiscalizar o exercício profissional das Engenharias, Agronomia e Geociências do Sistema Confea/ Crea, a fiscalização do Regional Mato-grossense, desde  12 de abril até o final deste mês, atuará em 37 cidades do estado. Serão alvo das ações fiscais:  cultivos, armazenagem, manutenção de secadores, balanças e receituário agronômico, atividades ligadas a Engenharia, construções civis públicas e particulares, postos de combustíveis, industrias e mineradoras ao longo das rodovias.

“Os trabalhos são realizados com as devidas proteções exigidas pelo Ministério da Saúde, com uso de máscaras e álcool em gel.   Essas ações visam coibir a atividade exercida por leigos e garantir a segurança da sociedade. Serão verificadas ainda, denúncias registradas junto a Ouvidoria do Crea-MT nos municípios fiscalizados”, destacou o Gerente de Fiscalização do Crea Mato Grosso Jakson Paulo da Conceição. Ainda segundo o gerente, é checada a presença de profissionais registrados no Sistema de Mato Grosso nos locais, bem como a averiguação dos registros das Anotações de Responsabilidades Técnicas (ART) pelos serviços de engenharia prestados nesses empreendimentos.

Municípios  que serão fiscalizados: Campo Verde, Dom Aquino, Nova Brasilândia, Chapada dos Guimarães, Campos de Júlio, Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade , Pontes e Lacerda, Conquista d’Oeste, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Carlinda, Paranaíta, Terra Nova do Norte, Peixoto de Azevedo, Novo Mundo, Matupá, Querência, Ribeirão Cascalheira, Confresa, Santa Terezinha, Porto Alegre do Norte, Canabrava do Norte, Canarana, Dom Aquino, São Pedro da Cipa, Juscimeira, Alto Taquari, Alto Araguaia, Alto Garças, Araguainha, Pedra Preta, Itiquira, Guiratinga, Tesouro e São Jose do Povo.

Cristina Cavaleiro/  Gerência de Relações Públicas, Marketing e Parlamentar (GEMAR)