Presidente empossada das Abes, Rosidelma Francisca Guimarães dos Santos

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) sediou em seu auditório “Eng. Civil Rubens Paes de Barros Filho”, segunda-feira,  12 de agosto, a solenidade de posse da diretoria estadual,  Conselho Consultivo e dos Jovens Profissionais do Saneamento (JPS) da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção Mato Grosso (Abes-MT), para o triênio 2019-2021.

A cerimônia contou com a presença de diversas autoridades, como os representantes do Crea-MT,  diretor financeiro da Mútua Nacional, Juares Samaniego , o diretor  geral da  Caixa de Assistência de Profissionais do Crea-MT (Mútua-MT), Adjane Prado,  presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Civis departamento de Mato Grosso (Abenc-MT), Rejane Mara Castiglioni e também contou com a palestra “Ranking Abes da Universalização do Saneamento”, ministrada pelo presidente da A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes-Nacional), Roberval Tavares de Souza.

Dando início as atividades da noite, a  presidente empossada das Abes, Rosidelma Francisca Guimarães dos Santos apresentou a nova diretoria e explanou sobre as ações da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec).  “Com a missão institucional de ser um instrumento em favor dos direitos e interesses dos usuários dos serviços públicos, as atribuições da Agência buscam a garantia da qualidade dos serviços públicos prestados à sociedade pelas empresas concessionárias. Outras atividades da agência estão relacionadas ao abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo e tratamento de resíduos sólidos da construção civil, tarifa do transporte coletivo e iluminação pública. Nesta atuação, o poder regulador, controlador e fiscalizador atribuído à Arsec, atende as demandas buscando a consonância e o equilíbrio econômico-financeiro das concessionárias e permissionárias e os serviços prestados à população”, apresenta a presidente.

Presidente do Crea Mato Grosso, João Pedro Valente

O presidente do Crea-MT, João Pedro Valente, que fez parte do dispositivo, ao fazer uso da palavra frisou a importância da Abes junto ao plenário do Conselho. “Quero dar as boas-vindas a todos e destacar a importância de ações como essa, pois o corpo de conselheiros do Crea-MT é muito vital para o desenvolvimento da sociedade tecnológica”, destaca Valente.

Continuando com as apresentações o coordenador do Jovens Profissionais do Saneamento(JPS)  Seção Estadual de Mato Grosso (JPS), Leonardo Ribeiro Pimentel, explicou o papel do JPS, “este é um programa de desenvolvimento contínuo com objetivo de despertar habilidades e lideranças entre os jovens que atuam na área do saneamento ambiental, para satisfazer as necessidades presentes e futuras do setor”.

Por fim,  o presidente da Abes Nacional Roberval Tavares de Souza, apresentou o “Ranking Abes da Universalização do Saneamento”. Roberval contou que o ranking é um instrumento de avaliação do setor do saneamento no Brasil que identifica o quão próximo os municípios estão da universalização do saneamento. “O rankng apresenta o percentual da população das cidades brasileiras com acesso aos serviços de abastecimento de água, coleta de esgoto e de resíduos sólidos, além de aferir a quantidade de esgoto recebe tratamento e se os resíduos sólidos são destinados corretamente”, divulga o presidente da associação nacional.

Acesse a galeria de fotos clicando aqui.

Texto e Foto: Igor Bastos/Equipe de Comunicação do Crea-MT