A criação de uma comissão organizadora que ficará responsável pela realização do Congresso Estadual de Profissionais (CEP) em Mato Grosso em 2019 foi um dos principais assuntos discutidos pela Diretoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

Segundo o presidente João Pedro Valente, o Regional já foi comunicado oficialmente pelo Confea das orientações e critérios de aporte financeiro para a realização dos Congressos Estaduais de Profissionais. “Entre as medidas imediatas, os Creas já podem criar comissões organizadoras regionais (COR) do Congresso Estadual de Profissionais (CEP), de maneira a garantir a participação paritária das entidades regionais e, posteriormente, criar a Comissão Organizadora Estadual (COE). São as CORs que organizam o processo de eleição dos delegados estaduais que participarão do 10º Congresso Nacional de Profissionais (10º CNP), a ser realizado nos dias 19, 20 e 21 de setembro, paralelamente à 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), em Palmas no estado do Tocantins”, detalhou o presidente.

João Pedro Valente também explicou aos demais membros da Diretoria que além de ser levado à Sessão Plenária ainda nessa terça-feira (12), “o Crea-MT também pode dar início aos eventos preparatórios para o CEP em entidades e inspetorias, a fim de mobilizar os profissionais do estado e ampliar a participação desses no processo de debate democrático a respeito de propostas para o desenvolvimento nacional. Segundo ofício do Confea, para receber apoio financeiro devemos enviar ao Confea, até 22 de abril, plano de trabalho com programação do CEP, planejamento dos eventos precursores e orçamento detalhado”, acrescentou.

Foram discutidos outros seis tópicos, todos relativos ao aprimoramento dos serviços do conselho regional. “As demais pautas apresentadas serão encaminhadas para o Plenário pois precisamos da intervenção de todos os conselheiros. A Diretoria já fez as devidas pontuações nos tópicos elencados, os setores agora farão as devidas alterações e posteriormente passarão pela aprovação do corpo de conselheiros”, informou o presidente.

*Texto e fotos: Igor Bastos/Equipe de Comunicação do Crea-MT