Pelo menos 55 cidades do interior do Estado foram alvo de ações fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) durante o mês de outubro.

A ação contou com 31 fiscais que vistoriaram obras públicas, particulares, postos de combustíveis, indústrias, comercio de defensivos, armazéns, viveiros, Destilarias de Álcool, Mineração, Pequena Central Hidrelétrica (PCH), Usina Hidrelétrica (UHE) Usinas, laudo geológico e receituário agronômico, dentre outras atividades da engenharia, inclusive o atendimento de denuncia registradas na Ouvidoria do Crea-MT.

O presidente do Crea Mato Grosso, João Pedro Valente, o principal objetivo da fiscalização do Conselho é coibir o exercício ilegal da profissão e garantir que as atividades da engenharia sejam executadas por profissionais e averiguar a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

“ Durante esse trabalho, é verificado se há existência de profissionais habilitados em obras e serviços relacionados a Engenharia, Agronomia, Geografia, Meteorologia, Civil, Mecânica, Industrial, Geologia, Minas, e demais áreas registradas junto ao Crea-MT. As ações visam garantir a segurança da sociedade, verificando se os trabalhos técnicos estão sendo prestados por profissionais devidamente habilitados junto ao Crea-MT”, detalhou o gerente de fiscalização do Crea-MT, Jakson Paulo da Conceição.

Munícipios fiscalizados:

Chapada dos Guimarães, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Denise, Arenápolis, Nova Olimpia, Lambari D’ Oeste, Rio Branco, Salto do Céu, Araputanga, Reserva do Cabaçal, São José dos Quatro Marcos, Santa Carmem, União do Sul, Cláudia, Itaúba, Nova Maringá, São José do Rio Claro, Santa Rita do Trivelato, Feliz Natal, Nova Ubiratã, Vera, Distrito de Boa Esperança, Marcelândia Brasnote, Juina, Castanheira, Juruena, Aripuanã, Colniza, Cotriguaçú, São José do Xingú, São José do Araguaia, Santa Cruz do Xingú, Canabrava do Norte, Confresa, Porto Alegre do Norte, Araguaina, General Carneiro, Torixoréu, Araguainha, Bom jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada, Novo Santo Antônio, Ribeirão Cascalheira, Alto Boa Vista , Campo Novo do Parecis, Campos de Júlio Paranatinga, Primavera do Leste, Poxoréu, Planalto da Serra, Santo Antônio do Leste, Novo São Joaquim e Várzea Grande.

 

 

Cristina Cavaleiro/Equipe de Comunicação do Crea-MT