Nesta quarta-feira (31/10), o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), João Pedro Valente se reuniu com o superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Mato Grosso (Mapa) José Assis Guaresqui.  Na ocasião,  foi discutido  um acordo de cooperação técnica entre os órgãos para intercâmbio de informações que facilitaria a fiscalização da existência do responsável técnico por lavouras, da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), agrotóxicos, receituário agronômico, entre outros temas presentes no exercício profissional e que refletem na vida da população.

Também participaram da reunião o diretor geral da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-MT, Adjane Prado, o vice-diretor financeiro do Crea-MT Marcello Capellotto, o chefe do serviço de fiscalização de insumos e sanitário vegetal, Sidnei Francisco Cruz e, o auditor fiscal do Mapa, Júlio Cesar Alves de Lima.

“Temos defendido a aproximação e unicidade dos órgãos públicos que tenham áreas afins, como é o caso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Mato Grosso, do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (INDEA-MT) e o próprio Crea-MT. Com o objetivo de tornar nossas fiscalizações mais inteligentes e eficientes, a serviço da sociedade”, declarou o presidente do Crea-MT, João Pedro Valente, após explicar que já existem 39 prefeituras mato-grossenses que possuem convênio com o Crea-MT para fiscalização, troca de informações e elaboração de projetos padrões de até 60 m2, registrando uma única Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) para famílias de baixa renda.

“Essa troca de informações proporciona melhorias na fiscalização do Crea-MT, das Prefeituras e queremos estender aos demais órgãos afins, tornando  mais eficaz nossos serviços e por consequência proteger o cidadão, o produtor e valorizar os profissionais da área tecnológica. Tudo isso simplesmente com o compartilhamento de informações e banco de dados que as equipes técnicas desses órgãos já possuem”, detalhou João Pedro Valente.

O presidente do Crea-MT, também lembrou que recentemente, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, e, o presidente do Confea, Joel Krüger, assinaram um termo de acordo parecido as instituições se comprometem a desenvolver ações referentes aos temas de regulação, intercâmbio de informações sobre fiscalização e colaboração mútua para desenvolvimento de capacidades dos profissionais de ciências agrárias em defesa da agropecuária.

“Isso demonstra que estamos trabalhando em sintonia em assuntos de suma importância para que, além do intercâmbio, nivelemos as informações sobre fiscalização de legislações afins, temas sempre presentes no exercício profissional da área tecnológica e que refletem na vida da população”, disse o presidente.

*Equipe de Comunicação do Crea-MT